Improbabilidades

Pensando sobre a vida e em como algumas coisas tão improváveis algumas vezes acontecem e você faz cara de caneca pro universo, agradecendo por tudo aquilo que, às vezes, parece conspirar a seu favor. Porque aquilo que você nem poderia pensar, algumas vezes, passa a fazer parte da sua rotina, te molda e vira parte de você.

Em minha vida de garoto nascido no interior, em que achava que o mundo era uma cidade de 60 mil habitantes, meu sonho sempre foi sair dali e desbravar a imensidão que eu via pela televisão. E, apesar de improvável – afinal, sou filho de pais religiosos que achavam o máximo as grandes famílias formadas por filhos crescendo, casando-se, tendo filhos e morando próximos -, eu saí, pouco a pouco, daquele lugar em que não me sentia completo. Gradualmente fui me afastando, conquistando novos horizontes até chegar na cidade que é hoje é minha e que amo como um nativo. Além disso, viajei o mundo, conheci pessoas e culturas, experimentei sabores e cores. E ainda hoje, quando volto para Smallville, ouço: mas como é metido, precisava mesmo sair daqui? Sim, precisava. NECESSITAVA.

Da mesma forma, apesar de reclamar, consquistei um emprego público improvável e que me permite viver relativamente bem. Quem pensava que uma inscrição feita no impulso para uma prova para a qual não estudei e fui fazer sem nenhum preparo seria a responsável por fazer eu me movimentar e não fincar raízes indesejadas?

Assim como o vestibular para a federal para o qual eu sequer li uma linha, mas passei e me graduei e me abriu portas interessantes. Tanto a faculdade como o emprego moldaram o Autor que sou hoje, com os amigos que tenho e com as escolhas que fiz.

Enfim, a cereja do bolo: achar um grande amor pela internet. Ah, fala sério, isso é ilusão. Digo mais: no bate papo da UOL. Mas foi lá, de um lugar em que eu não esperava NADA além de uma fast foda que conheci o homem que hoje faz parte da minha vida, que divide seus sonhos e planos e que me faz sonhar ainda mais ao seu lado. O homem que escolhi para ser meu e que me escolheu. Improvável, eu sei. Mas que pra mim se mostrou possível.

E assim, virando as probabilidades pelo avesso, vamos sonhando, plantando e colhendo sonhos possíveis e improváveis. Vamos vivendo!

OBS: Sumido, eu sei. Mas a vida tem me presenteado com tantas possibilidades e afazeres que ando sem tempo e inspiração para escrever aqui. Nesse meio tempo, preparei dois “filhos” que em breve estarão dando as caras por aí, livros de que sou autor e co-autor e que me fazem muito feliz desde já. E agora, como sou merecedor, vou sumir de novo. Estou pelo mundo, meus caros, em merecidas férias no Velho Continente. De novo.

See ya! Carpe Diem!

Si es cuestión de confesar, nunca duermo antes de diez
Ni me baño los domingos
La verdad es que también lloro una vez al mes
sobre todo cuando hay frío
Conmigo nada es fácil, ya debes saber
Me conoces bien.
Inevitable (Shakira)

Anúncios

11 Responses to Improbabilidades

  1. Su disse:

    boa viagem. 🙂

  2. Cara Comum disse:

    Quando existe uma chance, mesmo que mínima, ela pode se realizar, não?? pouco provável pra mim nunca foi igual a impossível…

    Abraços!!

  3. Gui disse:

    Pode sumir porra nenhuma. Eu hein, não sou obrigado. Venha aqui, pelo menos para dar as notícias, ok? Beijão

  4. Foxx disse:

    mas convenhamos, improváveis elas ainda continuam sendo, por mais q tenham acontecido com vc, são exceções que apenas confirma a regra.

  5. Mas foi todo um post (lindo, como sempre) pra dizer que ta na Zoropa? Danado! Te amo sabia?
    E quero livro autografado que eu mereço, com dedicatória e tudo!
    Beijos

  6. Lobo disse:

    Tudo que deu certo até hoje na minha vida foi executado de forma totalmente imprudente, com probabilidades mínimas, mas ainda assim foi. Partiu contar com a sorte sempre? hahaha

    Mas sério. Se a gente não se joga nas coisas, não dá pra saber onde a gente vai cair. De vez em quando o pouso não é na lama. E alguns conseguem isso de primeira.

  7. As coisas acontecem quando tem de acontecer. O que eu estudei e tentei de concurso público, e não consegui. Mas esses estudos me ajudaram em outras coisas, não foi tempo perdido. Pelo contrário.

  8. Daniel Braga disse:

    Cara, que show! Fico muito feliz em saber que as coisas estão dando certo e que você está sumido pois está APROVEITANDO a vida. Isso é, no mínimo, satisfatório pras pessoas que realmente te apreciam.
    E fiquei (bastante) surpreso em saber que seu namoro começou pelo bate papo da UOL, haha. Nunca achei nada de bom lá, nem uma FAST FODA (aliás, termo ótimo!).

    ->Mas espero que, pelo menos, uma vez ao mês, consiga vir aqui na internet dar notícias e comentar no meu blog. Grande abraço. Carpe Diem.

    *DB*

  9. Espero que um dia eu possa escrever algo como esse post. Sinceramente, enquanto lia, me imaginava daqui alguns anos. E, não é apenas sorte (porque, sim, ela também existe), mas esforço e força de vontade. Parabéns Autor. Você, definitivamente, é merecedor! 🙂

  10. in.Constante disse:

    Boa viagem, ótima lua de mel e até breve! 😉

    Ps; não tenho nenhuma encomenda a fazer desta vez =)

  11. Gay Incomum disse:

    Somos um pouco parecido. Também venho fugindo de Smallville há alguns anos, e tentando fincar minhas raízes onde acredito que devem estar.
    Ah, e bate-papo da UOL realmente sai algumas joias de vez em quando.

    Abração!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: