Coisas Que Não Tem Preço

– Entrar na Zara e ver um cidadão comprando um tênis idêntico ao que você está nos pés e pagando por ele R$ 99, sendo que você pagou, pelo mesmo tênis, em Londres, £ 9. Dá vontade de dizer ao cidadão: “O meu foi mais barato, o meu foi mais barato!” Mas, né? Você fica só na vontade e se deliciando por se achar mais esperto e econômico.

– Dizer “É assim!” e ouvir em resposta “Não, não é assim, é do outro jeito.”. Assentir com um “Tudo bem, vai lá!” com direito a tapinha no ombro e tudo. Só pra ver que era exatamente do jeito que você falou que era e poder falar no final: “Eu não disse?”

Ouvir aquela música linda, só pegar um trechinho dela, ficar o dia inteiro repetindo-a na cabeça, chegar em casa, jogar no Google o trechinho e descobrir o nome da dita cuja só pra conseguir baixá-la e ouví-la até enjoar!

– Beber demais, literalmente “apagar”, mas continuar falando tudo que lhe vem à mente, para se esquecer de tudo que foi dito segundos depois. Acordar no dia seguinte vendo o sorriso mais lindo do mundo só porque você falou apenas a verdade num momento de embriaguez e que isso contou MUITO para o outro que pode ver, blame it on the alcohol, você como verdadeiramente é e pensa.

– Entrar no cinema, pegar aquele livro, começar a ouvir uma música, sem nenhuma pretensão e ser surpreendido de um jeito bom, exatamente porque você não tinha nenhuma expectativa para aquilo que lhe aguardava.

– Dormir junto todo dia e, a cada dia que não se dorme junto, sentir falta daquele braço sobre você, daquele abraço matinal e daquele “ah, vou ficar dormindo por mais 10 minutinhos, você se importa?” que você sabe que durará até as 11h, mas, que problema tem? Ele pode, né!

– Sentir saudade de alguém. Muita. Forte. Avassaladoramente! Mas ter a certeza que ao revê-la, essa pessoa irá sorrir para você e toda a saudade terá valido a pena.

– Mandar alguém pro quinto dos infernos. E ficar feliz, porque apesar de você nem acreditar no inferno, tem gente que merece muito ir pra lá e nunca mais voltar! E se fantasmas existem, que fiquem por lá, no quinto dos infernos!

– Sem querer, cair na página de um cidadão por quem você já foi completamente apaixonado – e que te fez sofrer pra caralho – no Facebook e, com aquela curiosidade do tipo “ok, foi um acidente de carro, mas eu não consigo parar de olhar” se dar conta de que o tempo passou e que ele está MUITO feio e acabado. Enquanto você? Você deu uma senhora melhorada e tá muito bem acompanhado.
Revenge – silenciosa e sem motivos -, a gente vê por aqui!

There are secrets that we still have left to find
There have been mysteries from the beginning of time
There are answers we’re not wise enough to see
He said… You looking for a clue, I Love You free…
The Riddle (Five For Fighting)

Anúncios

14 Responses to Coisas Que Não Tem Preço

  1. Alexandre disse:

    Pode ser que o sorriso lindo nem seja por causa do que vc falou, e simplesmente pq ele tb está muito feliz de estar do seu lado, de poder acordar com vc, de ser seu namorado. Afinal, vc é uma pessoa incrível…
    Vc está sempre certo: essas coisas que vc citou não têm preço.
    Beijo grande

  2. Sentir saudade de alguém. Muita. Forte. Avassaladoramente! Mas ter a certeza que ao revê-la, essa pessoa irá sorrir para você e toda a saudade terá valido a pena.

    É exatamente assim o que eu sinto quando penso em você!
    Te adoro

    Muito

  3. Edu disse:

    Tirando a parte da bebedeira (abstêmio soy, pardon…), concordo com tuuuudo! 🙂

  4. Su disse:

    Adorei a última…

    Ando tão má, ne? rs

  5. Gui disse:

    Para todas as outras, existe Mastercard.

    Temos que nos veeer! Assim que eu receber a 2ª via do cartão te aviso!

  6. Cara Comum disse:

    Pois é… me identifiquei mesmo com a 5ª e a 6ª… Abraços!!

  7. Foxx disse:

    não vou mentir, fiquei com inveja nas partes do seu namoro
    fato!

    =/

  8. pessoa feliz é lindo tb.

    lembra de um post que eu falei que a tristeza era mais inspiradora? talvez tenha até dito que era mais interessante.

    me enganei.

    vc encontrou o tom.
    eu gostaria de ter escrito esse texto.

  9. in.Constante disse:

    Tão vc esse post, tá… Agora mto apaixonado, mas sempre vc… Consigo te imaginar me dizendo isso hahaha.

    Xêrinho!

  10. Lobo disse:

    Tem coisa que não tem preço… mas boa parte delas tem! hahaha

    Embora eu goste mais das que não tem. Se é bom e de graça, ush, não tem como ficar melhor XD

  11. loba disse:

    realmente são coisas que não têm preço! rs… a última é a melhor delas – talvez pq eu tenha vivido isso recentemente. tou tão feliz de estar ótima! rs…
    beijos, fofinho! continuas escrevendo deliciosamente, viu?

  12. Latinha disse:

    Oi Amigo! Então… culpado!

    Na verdade não ando sumido não, sempre passo por aqui para ver como você está, mas confesso que tenho escrito e comentado pouco.

    Um grande abraço para ti!

  13. Tom disse:

    Puxa vida, tirando a da música, acho que as últimas devem ter preço, sim… porque não têm me acontecido. ahuahauhauhauha
    Grande abraço, Autor!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: