(Falta de) Inspiração

Engraçado como às vezes parece que as pessoas escrevem exatamente aquilo que você pensou. Estava eu com esse texto há dias na cabeça e sem vontade/tempo/paciência pra sentar aqui e escrevê-lo quando, passeando por blogs que leio e gosto, vi no Terra da Garo(t)a algo que eu poderia ter escrito, afinal, meio que vivo um momento bem semelhante ao dela.

Assim, a questão é:

Felicidade não gera bons posts?

Pode ser que sim, afinal, a dor de cotovelo (ou de corno) faz com que falemos mais, nos expressemos. Tristeza e dor de cotovelo rendem romances, novelas, músicas e poesias. Solidão e melancolia são combustíveis poderosos se usados de forma criativa e produtiva.

Eu mesmo, quando estou naqueles dias de carência, escrevo feito um louco, posto com mais frequência. E sim, esse é um blog do estilo diário, bem idiota e que, penso eu, não deveria interessar a ninguém. Mas interessa, assim como eu me interesso em ler a vida de pessoas que nem mesmo conheço e me sinto parte delas.

Mas eis que vivo um bom momento na vida, pleno, e não acho tempo para escrever aqui. O que é estranho, afinal, eu sempre fui de falar/escrever muito. Mas não pensem que é culpa (só) do namorado. Temos passado muito tempo juntos sim – ainda bem! -, mas me comprometi com alguns projetos que podem me dar algum retorno financeiro bem interessantes e estou meio que em falta com eles também. Então, já era hora de compensar isso e cumprir com minhas obrigações. Aliado à isso, voltei ao trabalho formal e estou envolto com alguns novos afazeres, além de ter de dar conta do que já fazia antes. Moral da história: falta tempo.

Mas escrever aqui nunca foi uma obrigação. Sempre o fiz porque gosto e me sinto bem de compartilhar minhas insanidades e cotidiano. E não quero deixar isso de lado. Mas também acho que devo uma explicação para os meus fiéis leitores (tão chique ter leitores, né? Beijos, mãe!).

No geral, é isso: estou bem, feliz e não pretendo deixar o blog de lado. Mesmo que não venha aqui com a mesma frequência de antes!

Das coisas que meu namorado faz:

Namorado fora do Rio, passando o fim de semana na casa dos pais, comemorando o aniversário de casamento deles. Eis que depois de trocarmos mil SMSs, recebo a seguinte mensagem depois da meia noite, da pessoa que já devia estar encharcada de Absolut, sua bebida favorita:

“E já tô ficando bêbado, e vc sabe que bêbados não mentem… E na próxima mensagem vou começar a ser pornográfico! #prontofalei!”

(Mensagem levemente editada para não chocar os mais pudicos)

Tem como não amar??? S2


A felicidade é como a gota
De orvalho numa pétala de flor
Brilha tranquila
Depois de leve oscila
E cai como uma lágrima de amor
A Felicidade (Tom Jobim)

Anúncios

8 Responses to (Falta de) Inspiração

  1. Daniel Braga disse:

    HAhaha… que legal o post! Realmente, algumas vezes algumas pessoas falam ou escrevem exatamente aquilo que nós gostariamos de falar ou escrever! Incrível isso.

    ~Abraço e até a próxima.

    *DB*

  2. Diego Dellano disse:

    Boaaaa, to meio Iguala você, Feliz, e sem muito tempo pro Blog,

    Dois empregos, 01 mocinho enrolado, e uma roda de amigos grande…

    Ai ai, Boa Semana ai..

    e mensagens pornograficas quando se esta longe, apimentaaaa, e muito o lance
    hahaha

  3. Lobo disse:

    Acho que felicidade não gera bons posts.

    Meus posts que renderam mais repercussão foram justamente os que eu escrevi nos dias que eu estava mais puto! E os dias de felicidade… bom… ninguém nem olha.

    A gente gosta de babado, barraco, gritaria e confusão. Felicidade é uma vibe meio fim de novela, sabe? XD

    Um beijo!

  4. Caju disse:

    Tá, eu vou fingir que não fiquei curioso para saber o que vc editou.
    bjs

  5. uma vez um musico disse que felicidade nao gerava boas musicas pq quando ele tava bem nao queria saber de mais nada
    sera?
    rs

    beijos
    te adoro
    e mais uma vez… obrigado pelo lindo post meu amigo que eu amoooooooooo

  6. fato que feliz a gente escreve menos. todo mundo adora desabafar, contar tristezas… e eu sempre acho que contar felicidade é meio tédio, meio fim de novela. gosto mesmo é das mortes inesperadas em Grey’s Anatomy. gosto de chorar.

    mas a gente sente falta dos namorandos felizes, então poste. só pra gente ler.

  7. Loba disse:

    rs… este “tem como não amar” é ótimo?
    mas, voltando ao texto, textos gerados na felicidade são muito mais saborosos, não resta dúvida. mas tem uma coisa: qdo a felicidade é demais, ela meio que nos impede de escrever. a gente sobra pra todos os lados, mas não consegue coordenar pensamentos, né? a gente perdoa os que amam e são amados! pode escrever desajeitado! rs…
    beijo

  8. Cara Comum disse:

    Já eu não consigo escrever quando estou triste. Fico travado, não sai nada… Quando a trsiteza é leve e a felicidade tb é leve, sai coisas melhores… Agora quando eu tô feliz, eu gosto mais do que escrevo…

    Do contra??
    rs

    Abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: