Considerações Pós-Carnavalescas

Mais uma vez Momo se recolhe e nós, foliões ou não, voltamos à nossa rotina. Esse ano meu carnaval foi especialmente mais interessante. De mil planos que eu tinha, acabei curtindo a folia da forma mais inusitada e inesperada para mim: namorando. Porque sim, apesar de um pouco de drama (ah, confessa, com drama é mais gostoso, né?) e mil e uma conversas, eu deixei o maravilhoso mundo dos solteiros e pulei, na véspera de carnaval, sem rede de proteção, no abismo das pessoas comprometidas. Estou bem e, segundo meus amigos, irritantemente feliz e açucarado. #SouDesses

Os dias de folia foram divertidos e emblemáticos. Recebendo um dos meus melhores amigos, que mora em Minas, em casa para o carnaval, intercalei a bagunça dos blocos e da Farme de Amoedo, com momentos de preguiça jogado na cama vendo televisão com meu namorado. E o coitado já teve logo a prova de fogo: foi apresentado para vários amigos de cara e, quase todos, o acolheram muito bem (o que não é difícil, porque eu escolho bem e o namorado é mais do que agradável).

Como depois de toda tempestade vem a bonança, estou vivendo aquela fase boa de planos e projetos, de marcar viagens e escolher os itinerários, de pensar no que comer no jantar e da melhor forma para apresentar para o namorado o meu mundo, os lugares que gosto de frequentar e de me divertir. Aquelas coisas idiotas de casal que eu já nem me lembrava mais que gostava tanto de fazer.

Pra coroar o momento, estou saindo de férias – de novo \O/ – e tenho 20 dias de ócio para aproveitar. Quero pegar uma corzinha porque estou meio desbotado, curtindo um pouco de sol e praia aqui no Rio. Já marquei uma viagem para Juiz de Fora com o namorado e a amiga mais linda (não conta pras outras, PSIU!). E PRECISO passar pelo menos uns 4 dias na casa dos meus pais, comendo e dormindo e voltando a comer para logo em seguida dormir. Essa é a minha vida, Brasil!

A merda é que meus amigos já me alertaram: eu namorando viro um chato e não quero encher vocês com (mais) melação aqui no blog. Por isso vou pensar em como postar aqui sem que vocês tenham vontade de raspar a língua com uma gilette ou de me mandar pra putaquemepariu! Mas garanto que não vou parar de escrever, porque isso eu faço feliz e despretensiosamente!

Beijos pós-carnavalescos para todos!

Se você voltar pra mim
Juro para sempre ser arlequim
E brincar o carnaval
Viver uma fantasia real…
Colombina (Ed Motta)

Anúncios

14 Responses to Considerações Pós-Carnavalescas

  1. Gui disse:

    Algo de bom o Carnaval trouxe, pelo menos.

  2. Su disse:

    So sweet!

    Almocei com Beto hoje. Daí que vc foi rebaixado à posição de amante ocasional, tá? Pro Beto poder ser o amante oficial e a Lele ser meu marido.

    Tira uma dúvida…quase todos? Por que não todos? (nem to sendo maldosa, só curiosidade mesmo).

  3. g. b. disse:

    Também comecei a namorar no Carnaval. Um brinde!

  4. Bsvoxx disse:

    Pena você ficar chato quando namora … não é meu primeiro carnaval namorandinho … tive até um ai na Farme … mas esse ano foi um dos melhores … Assistimos os desfiles, dormimos muito, saimos nos blocos juntinhos e cozinhamos muito … Namorar é bem legal e tudo pode ficar com um gostinho especial quando namoramos … Sorte com o seu namoro. BSvox.BlogSpot.com

  5. SG disse:

    Awnnnn…

    Jeito ótimo de começar (verdadeiramente) o ano…

  6. Júlio César Vanelis disse:

    Cara… Definitivamente esse é o ideal de carnaval feliz mais interessante, aliás, acho que deve ser a mlher maneira de fazer qualquer coisa… afinal, você sempre vai ter aquela pessoa do seu lado para dividir os momentos felizes… 😀

    Um abraço, rapaz…. Até o próximo

  7. Caju disse:

    vem carnaval e passa carnaval e eu continuo solteiro…hahahaha
    mas que bom, moço, que bom!
    bj

  8. Daniel Braga disse:

    Hey, parabéns! Seu carnaval pareceu ser bom. Já o meu foi só trabalhar! Mas estou de bolso cheio, é o que me importa.

    ~Até a próxima.

    *DB*

  9. Lobo disse:

    Raspando a língua com gilete right now!

    Brinks :p

    Bom, boa viagem e boas férias pra vc.

    Um beijo!

  10. S.A.M disse:

    Imagina, eu tomo meu remédio pra diabetes regularmente! haha

    Seja feliz, é isso o que importa.
    É bacana isso, eu tambem ja havia quase esquecido rs

    Abração!

  11. Foxx disse:

    boa sorte nesse relacionamento!

  12. Caio Alves disse:

    Muda de personalidade quando escreve?
    Porque não parece chato, apenas . . . feliz!

    Entendo que o relacionamento tome muito tempo de uma pessoa,
    but não precisa se ausentar por tanto tempo, né?! D:

    Ps: O blog continuaria muito interessante retratando histórias de um casal, um diferencial.

  13. Loba disse:

    Garoto!!! Que bom te encontrar novamente.
    Lembra de mim, né? É melhor que se lembre, pq eu estava morrendo de saudades. Na verdade, só tve a medida dela, a saudade, qdo comecei a ler seu texto. Um foi pouco. E fui lendo e percebendo o qto vc amadureceu – tanto literaria qto emocionalmente. Que bom isso!
    Então, depois de um longo tempo fora dos blogs estou de volta e querendo aprontar algumas coisas. Me manda seu mail?
    Beijãozão

  14. Euzer Lopes disse:

    Pois foi lendo os dois últimos posts que me vi onde estou e onde quero estar.
    Dois anos vivendo as alegrias e os agitos de São Paulo, curtindo pra lá e pra cá. Conhecendo, beijando, ficando e, por que não, fazendo sexo, me peguei no tédio da rotatividade que a um solteiro é quase obrigatório.
    Quero, sim, beijar, ficar e, por que não, fazer AMOR com o mesmo, todos os dias, por muito tempo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: