Por Quanto a Gente Se Vende…

Eu gosto de dinheiro. Quem não gosta, não é? Tudo bem, não gosto de dinheiro. Eu gosto de tudo aquilo que o dinheiro pode me proporcionar. Ah, dane-se! Eu gosto é das verdinhas, de saldo na minha conta, de viagens e compras. Sou fútil, me deixem.

Mas eu também sou pão duro. Pelo menos, sempre fui. Mas de uns tempos pra cá tenho deixado de ser. Não que eu seja um esbanjador, mas não me privo de fazer o que gosto, de viajar, de comprar, de comer em bons lugares e frequentar  bons ambientes. E tudo isso custa caro, quase sempre.

É aí que entra o fator de maximização do lucro. Eu trabalho oficialmente e tento me virar em outras áreas para aumentar a renda (não, ainda não estou me prostituindo). Ganho relativamente bem para uma só pessoa e consigo me manter sozinho no Rio de Janeiro e ainda guardar um pouco. Mas, sempre se quer mais.

Na minha empresa, por uma série de questões, estamos tendo problemas com a área operacional. Área que não tem nada a ver com a minha. Mas, afim de ‘desafogar’ a área, estão convocando pessoas de áreas diversas para se ‘divertirem’ no domingo. Ao ouvir essa barbaridade, eu fui enfático.

-Não contem comigo. Nunca!

Até que um belo dia, alguém resolveu fazer os cálculos e me dar um valor fechado de quanto eu ganharia pra trabalhar no domingo. Uma coisa meio óbvia: o valor do meu dia de trabalho, multiplicado por 2, já que trata-se de um domingo. Eu já tinha processado isso, sabia dessa informação, mas nunca tinha imaginado o numerozinho depois do $ que isso representaria. Mas então me informaram.

Tipo, quase uma coisa de filme, saca? Te chamam de lado, escrevem um valor num papel e te mostram. Eu olho com desdém, para logo depois me sentir o tio Patinhas, com $ na vista e pensar: “Pô, por seis horas de trabalho até que compensa, heim?”

Sim, eu me vendo assim. Fácil. Por isso estou, eventualmente, passando minhas manhãs de domingo fazendo trabalhos bem diferentes dos meus habituais. Um trabalho teoricamente pesado, mas que acaba sendo bem divertido, pra quem não está habituado e pelas mil pessoas nonsense que se vendem fácil como eu. Eu tenho me divertido. Pelo menos quando me lembro do valor a mais na minha conta no final do mês.

“Quanto vale o show? Quanto vale o amor?
Quanto vale então fazer das tripas coração?
Quanto vale o som? Quanto vale a dor?
Quanto vale a culpa e um pouquinho de atenção?”
La Plata (Jota Quest)

Anúncios

15 Responses to Por Quanto a Gente Se Vende…

  1. Camila disse:

    Podem me chamar de mercenária, mas qual o problema de ganhar dinheiro?

    Pagando bem que mal que tem?

  2. não há o q pague me domingo.

    ainda não inventaram esse valor.

  3. Daniel Savio disse:

    Hua, kkk, ha, ha, cara, qualquer se comrrompe quando os olhos veem o “ouro”…

    Mas engraçado que o ouro de uns pode ser uma pessoa.

    E bom trabalho Autor.

    Fique com Deus, menino.
    Um abraço.

  4. Lobo disse:

    Eu aceitaria fácil. Odeio o marasmo dos meus domingos. Arrumar alguma coisa pra fazer nesse dia maldito, e ainda me pagarem bem por isso, não tem preço XD.

    Abração Autor!

  5. Serginho disse:

    e ganharia até mais se aceitasse minha sugestão
    já falei aqui

    beijos

    • Autor disse:

      Amigo, a puta tá adormecida.
      Tô ficando DIRETO com o rapazinho do post anterior, o do post Ética.
      E sim, caminhando pra um namoro.
      🙂

  6. Leandro K disse:

    eu evito horas extras
    não porque acho que o trabalho não merece, mas porque elas são prejudiciais. quando você fica muito tempo no trabalho, perde a dimensão do mundo. cria-se um vácuo que prejudica, justamtne, sua produtividade…

    mas vez ou outra, pq não?

  7. A minha pergunta é… PORQUE se culpar por isso? Madonna cantava que o amor é que faz o mundo girar, mas a energia desse “giro” é pelas bufunfinhas que recebemos no final do mês e que nos ajuda a pagar as contas e por, com sossego, nossas cabeças em nossos travesseiros. Meu conselho: continue fazendo enquanto for divertido!

  8. Marcia disse:

    Maior apoio! Eu vivo sempre situações parecidas… e acho que pagando bem que mal tem? Um domingo pode valer um dia a mais de férias na Europa …uma prestação do apê…ou uma jóia legal… Eu tb ❤ dindin!!!

  9. Tathiana disse:

    Hahahahahaha. Pode me chamar de pessoa sem ambição, mas prefiro minhas folgas. Quero embarcar. Quero trabalhar em escala 14 x 21. E não vendo meus 21 dias, não!!
    Bjs.

  10. Fabi disse:

    Eu sempre me vendo no sentido que vc escreveu ai… qd vejo quanto vou ganhar pra trabalhar as vezes até as 21 h eu não penso duas vezes, afinal é isso que vai pagar minhas lindas viagens….

    beijos
    amo-te sempre!

  11. lis disse:

    hhahahahaha Muito bem… eu tb amo o que a verdinhas pode me dar…
    E já vendo 2 domingos seguidos em plantões na Clinica em que trabalho.Isto já faz 3 anos.Confesso, o dindin vale a pena, mas tô cansando, não do dindin, claro, mas desta vida de plantão.
    Tô estudando pra ser funcionária publica ( na minha area), ganhando um pouco mais e trabalhando menos suhushuahushuaa

    Vi o coment q está quase namorando!! Olha só , hein? E o povo fala que n se encontra namorado em baladas…

    Bjussssssss amore

  12. Syn disse:

    Eu gosto de dinheiro tb, mas oscilo entre o tio Patinhas (com cifras nos olhos) e o Zé Carioca (numa boa rede em plena segunda-feira à tarde).

    Mas não há nada condenável, Autor. Exceto se tu ficar extremamente estressado por não descansar direito e trabalhar demais…

    Abração!

  13. Caju disse:

    Adoro dinheiro e adoro trabalhar.
    confesso que se não fossem as extras, tudo seria pior.
    mas concordo com o leandro K.
    Demais cansa.

    bjos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: