Ah, essa internet…

internet3“Criar meu web site, fazer minha home-page
Com quantos gigabytes se faz uma jangada
E um barco que veleje, veleje nesse infomar
Que aproveite a vazante da infomaré
Que leve meu e-mail lá até Calcutá
Depois de um hot-link num site de Helsinque
Para abastecer, Aihê! Aihê! Aihê!…
Pela Internet (Gilberto Gil)

 

Conheci a internet em 2002.
Antes disso era um bichinho do mato, sem acesso a rede. Um pós-adolescente do interior, que tinha a simples rotina de casa-colégio-casa.

Em 2002 comecei a trabalhar e a internet se tornou real para mim, tanto no trabalho, quanto em casa. E essa internet me pegou de jeito.
Lembro do meu fascínio inicial pelas salas de bate papo. Passava horas falando com pessoas do Brasil todo e achava aquilo o máximo. Logo depois conheci o ICQ, o programa de conversa instantânea. Varei madrugadas naquilo, enlouquecendo minha mãe com o barulhinho que o programa fazia quando alguém falava comigo.

E, foi culpa da internet (e somente da internet) de eu ter entrado no meio gay.

Tinha tido experiência gay na época do colégio, mas como o mundo ao alcance dos meus dedos é que acabei conhecendo pessoas de outros lugares e tomando coragem de marcar encontros e iniciar efetivamente minha vida dupla. Eu não tinha amigos gays, não conhecia o linguajar, os maneirismos, as futilidades do meio gay. Era feliz e não sabia? Rs…

Meu melhor amigo eu conheci numa sala de bate papo. Meu ex namorado também.

Meu atual namorado eu achei no orkut (sim, fui cara de pau, peguei o MSN, adicionei e disse que ele era lindo, sem nem saber se ele era gay!).
E agora, o blog!

Já tive um blog antes desse e era onde eu colocava meus contos e crônicas. Fiz muitos bons amigos lá, mas era um blog sem definição gay, afinal, eu negava pra mim mesmo que era gay. (Me senti uma pessoa bem resolvida e ativista depois dessa minha última frase.)
Aqui no Confissões a Esmo, fiz amigos que hoje são reais e fazem parte da minha vida, que me divertem, que dividem seus dramas comigo, que me matam de rir. Saímos do virtual para o real e gosto muito dessa interação toda.

 

Moral desse post?

Viva a internet!

Anúncios

27 Responses to Ah, essa internet…

  1. Leo disse:

    Sim! Viva a internet!
    Minha experiência foi parecida com a sua. Mas um pouco anterior. Meu primeiro PC com internet foi em 95. Mas por um bom tempo ele servia apenas pra fazer pesquisas escolares no Cadê!
    O ICQ sim mudou minha vida. Ainda hoje sinto saudades dos barulhinhos que ele fazia.
    Encontros já foram muitos. Mas nenhum, nenhunzinho foi pra frente…
    Meu primeiro blog falava de viagens e de minha vida fora do Brasil. Mas era algo mais familiar. Poucos eram os estranhos que entravam. E os que se arriscaram não foram bem recebidos. Não entendia porque alguém poderia querer se interessar pelo que eu escrevia.
    Agora com o blog gay começo a ter amigos. Eles ainda são virtuais. Mas isso é questão de tempo.
    O blog ajudou (e ainda ajuda) a entender quem eu sou.
    Sim! Viva a internet!
    abs

  2. mister angel disse:

    tipo assim…
    não tenho sobre o que postar… dai falo sobre a internet!
    deixa de ser preguiçosa nega… ou sua vida ta tão sem assunto assim????

    with love

    mister angel.

  3. Jarbas disse:

    sou suspeito para falar de internet. amo-a!

  4. Edyu disse:

    Viva!! Temos histórias bem parecidas, ainda AMO o “uh-oh” do ICQ (9227408) e se não fosse a bendita, eu não teria casado! 🙂

  5. a internet me fez conhecer as pessoas que mais amo
    tenho que agradecer a ela o saldo positvo
    e não fazer do mundo gay é a melhor coisa que pode existir
    rs

    beijos

    [você é um dos saldos positivos da minha vida aqui na net]

  6. Fernando disse:

    E como é que eu faria terapia em grupo gratuita sem ser pela internet? Um ode ao MSN!

  7. Paulo disse:

    A internet ajudou muita gente nesse ponto! Eu comecei a usar logo que liberaram para o público em geral, acho que em 96 ou 97. E também era como você, papos intermináveis nas salas de bate papo, madrugadas inteiras na frente do ICQ e por aí vai. Encontrei muita gente boa por aqui, mas assim que conheci meus primeiros amigos nas baladas gays, voltei pro mundo real. Internet é ótima para muitas coisas, mas nunca me dei bem procurando algum relacionamento nela! Claro, não conte nisso as trepadas eventuais…

  8. Fênix disse:

    Essa internet é mesmo fascinante. Já vivi as mais loucas aventuras única e exlusivamente por culpa da internet.
    Confesso que sinto saudades daquela época louca. Da época que responsabilidade era uma coisa um pouco distante pra mim.

    Fiz amigos maravilhosos através dela. Outros, nem tanto.

    Dois dos meus melhores amigos são gays que conheci na net. Já frequentei várias baladas com eles, embora seja hetero. E memo casada, continuo caindo na bagaça!rs

    Cá pra nós, tenho absoluta certeza que fui gay em vidas passadas. Adouuuuro!!!

    Um beijo!

  9. Daniel Savio disse:

    E assim a gente evolui, começa no bate papo, passa para o orkut e por fim cria um blog, mas no meio destas interfases, transformando as amizades virtuais e reais…

    Fica com Deus, menino Autor.
    Um abraço.

  10. […] Leia mais deste post no blog de origem: Clique aqui e prestigie o autor […]

  11. Gay Alpha disse:

    Vivaaaaaaaaa!!! Hahahaha!!! Abraços!!!

  12. […] Leia mais deste post no blog de origem: Clique aqui e prestigie o autor […]

  13. […] Leia mais deste post no blog de origem: Clique aqui e prestigie o autor […]

  14. Latinha disse:

    As vezes a gente nem se dá conta da sorte que tem… eu tive a chance de trabalhar com a Internet bem no comecinho… em 1994/1995. Fiz grandes amigos através dela e principalmente ela foi fundamental para manter algumas amizades que tinha feito antes…

    E viva a Internet!

  15. Mr. T disse:

    Eu não conheço invenção melhor do que a internet… Meu primeiro contato foi na casa de um primo, ficava fascinado como dava pra conversar com gente de todo lugar… Depois, em casa, já por volta do ano 2000, as coisas ficaram muito melhores, ICQ, querido, que saudade!

    Mas assim como vc Autor, acho que sou gay um pouco graças à internet. Se não fosse a facilidade e conforto do ANONIMATO inicial, acho que jamais teria saido com outro cara… Mas enfim, adoro! rsrs…

    Meu blog sempre foi meu diário, meu desabafo, o lugar onde eu coloco os pensamentos no lugar e dou vazão a eles. Não sei o que seria de mim sem meu blog… E graças a ele, fiz amigos maravilhosos, virtuais que se tornaram reais… Quem sabe vc não é o próximo rsrs…

  16. FOXX disse:

    [modo carente on]

    eu estou entre a lista de amigos?

  17. just a boy disse:

    e viva a viadage virtual nao?
    hahahahaha
    é, a internet é a maior arma para um gay sair do armario
    o problema é q ela nem sempre é uma arma boa
    abraços rapaz

  18. Du disse:

    .ah. e quem vive sem internet?

    .é a ferramenta mais democrática do mundo.

    .tudo está ao alcance do mouse.

    .abraço.;

    .ps. talvez tenha conhecido o amor da minha vida pela internet (bom, o talvez é pq eu ainda tenho muito o q viver e sim, acabou faz um tempo…mas resta aquela saudade)

  19. Fabi disse:

    Faltou dizer q conheceu sua melhor amiga aqui pela net, lendo o blog dela….
    Faltou dizer que a melhor amiga aqui tb descobriu seu lado gay pela net, usando seu computador..kkkkkkkkk

    e viva a net q me trouxe vc, por quem sou apaixonada eternamente……… (ou melhor, por uma semana)..

    bjs

  20. Paul disse:

    É né, hj já é tão normal q a gente nem se lembra de como a internet influenciou nossos pensamentos, atitudes…

  21. pinguim disse:

    A internet é hoje um dos aspectos fundamentais na vida de qualquer um.
    Quanto à influência que a internet teve na minha vida gay, não a nego, embora muito tempo antes eu me tivesse assumido como homossexual, e mesmo o meu apogeu da vida gay tivesse acontecido antes do aparecimento da “net”; e é curioso que nunca me entusiasmaram demasiado as conversas nos chats; tive sim, contactos com várias pessoas com perfis em sites de conhecimentos gay, como o Gaydar, o Bears e outros, mas raras vezes se passou da troca de endereços e algumas conversas de MSN algo real.
    No entanto, os meus últimos relacionamentos começaram com conhecimentos da net e o meu amor de há mais de três anos também.
    Actualmente, com o blog, embora tenha muitos leitores heteros, o tema gay é naturalmente e abertamente debatido.
    Abraço e beijo.

  22. Luan disse:

    Saudade do meu primeiro blog e das possibilidades que a net trouxe.

    hoje é tudo mais do mesmo.

    bração!

  23. Sieger disse:

    Impossível não se identificar com o seu texto… Minha história tb foi semelhante a sua

  24. fernanda disse:

    acho que todo mundo se identificou um pouco; afinal por mais que existam amigos do lado da sua casa, outros de mais de km de distância demonstram interesse, e te fazem muito bem.

    HAHA, meus melhores amigos gays eu conheci pela internet *-* /amoprasempre

    ótimo post, beijos

  25. mister angel disse:

    eu não me intrometi no post d ninguém…
    eu quero parecer uma boa pessoa e você não me permite… depois fala q sou mal humorado e o krelio a quatro!!!
    muito franca… não sou obrigada

    with love

    mister angel.

  26. Gay Alpha disse:

    Uhuuuuuuu!!! É isso, aí!!! Vamos ler e ler e ler!!! Que tal mais umas dicas de leitura? Adoro… hehehe!!! Abraços!!!

  27. Rafael Morello disse:

    Eu estou entre os amigos virtuais que quer se tornar real rapidinho.. hehe Bj

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: