O Arranhão No Cristal

O encontro na rua. O sorriso amarelo. A frase no quarto de hotel: Precisamos conversar!

O sinal de alerta. O frio na barriga. A atitude de defesa, o meu comportamento frio: Fala.

E ele falou.

Que algo não tava legal. Que achava que eu gostava mais dele do que ele de mim. Que estava confuso. Que não queria me envolver nas confusões dele.

Eu, estático, ouvindo todo aquele monólogo: O que sugere?

Por que você tem de ser sempre tão prático? –ele me pergunta.

Eu que estou tomando a porrada, que não tava preparado para ouvir tudo aquilo e ainda sou o prático e frio?

Terminamos então? Está certo disso? –é o que consigo perguntar.

Ele chora. O sim que não quer sair de sua boca, mas que para mim estava claro.

Vou para o banheiro, buscando conforto naquele espaço reservado. E choro.

Ele entra e me vê naquele estado e não me resta outra alternativa.

Some daqui, vai embora! E esquece que eu existo, meus números de telefone, tudo!

E ele foi. E tudo que eu queria era que ele voltasse, batesse na porta, falasse que não era bem assim.

 

 

A dor. A grande dor. A noite não dormida. As olheiras no dia seguinte. As crises de choro.

Os amigos. Os bons amigos. As pessoas que eu agradeço por estarem na minha vida.

Suas palavras de consolo, de ânimo. Os abraços e os sorrisos.

 

 

A noite seguinte. A minha casa. O meu lar finalmente depois de quase uma semana dormindo em quarto de hotel.

O telefone tocando.

Era ele.

Oi.

Meu silêncio.

Precisamos conversar.

Aquelas palavras novamente.

Meu sarcasmo aflorando, meu cinismo, minha mágoa querendo transbordar.

Sem a menor possibilidade disso acontecer hoje.

Mas não resisti e a conversa acabou acontecendo, pessoalmente, horas depois.

Me perdoa! Estou confuso. Não soube me explicar. Não é você, não é o que eu sinto! É todo o resto, é a minha condição, é a sociedade. Não sei lidar com isso. Não queria gostar de homens!

Os olhos vermelhos, a confusão estampada em seu rosto.

Eu não queria gostar de você. Juro que não queria! –é o que apenas consigo dizer.

Me dá outra chance? Podemos tentar de novo? –ele quer saber.

Eu vim até aqui, não vim? Gosto de você, é óbvio. Mas estou magoado, muito magoado. Não esperava isso de você. Não de forma tão cruel. Uma porrada vindo do nada! -digo de uma vez só.

Me desculpa?

Fico em silêncio.

Algo havia se quebrado dentro de mim.

Mas eu insisto em confiar e acreditar no ser humano. E espero que essa ferida sare.

Anúncios

17 Responses to O Arranhão No Cristal

  1. misterangel disse:

    ai amiga… sei muito bem como é isso… pessoas confusas e brincando com os sentimentos alheios… mas fazer o q??? quem nunca teve uma crise de bichisse dessas que atire o primeiro salto alto…
    espero q isso se resolva e realmente estejam mais firmes e fortes…

    with love

    mister angel.

  2. André disse:

    Ja te disse…nada será como antes…
    Mas, se não tentarmos, como saberemos se iremos errar ou acertar???
    Boa sorte…e precisando, sabe que pode contar comigo…sempre.
    Adoro vc cada vez mais.
    Bjs

  3. Edu disse:

    Os melhores amores, talvez, sejam aqueles onde existe dificuldades. Brigar por ele, batalhar pra dar certo, superar mágoas e defeitos. Talvez.

  4. DO disse:

    Se existe AMOR de verdade,tudo vale à pena. Mesmo entre muito choro. Isto faz crescer. Mas JAMAIS se esqueça de se amar em primeiro lugar.

    Força!!

  5. Giselle disse:

    Se você gosta dele, continue. Eu não gosto mais dele, não apoio mais.

  6. Dih disse:

    E ai,
    é quando a gente gosta é uma merda mesmo.
    Bom gostar, mas vem um pacote enorme junto de incertezar, brigas, traição, retornos, perdões….Boa sorte cara.
    abç

  7. Tathiana disse:

    Bom, então não sou só eu q acho o amor complicado, né? Ainda bem. Tô em fase de mudanças… Mas no final tudo dá certo. Qd as pessoas se amam de verdade, há sempre chances de se superar os obstáculos.
    Quero mesmo q vc fique bem.
    Bjs.

  8. Tathiana disse:

    Bom, então não sou só eu q acho o amor complicado, né? Ainda bem q, pelo menos, não estou só. Tô em fase de mudanças… Mas no final tudo dá certo. Qd as pessoas se amam de verdade, há sempre chances de se superar os obstáculos.
    Quero mesmo q vc fique bem.
    Bjs.

  9. Jarbas disse:

    é disso que eu preciso.
    perdoa ele vai …

  10. Sieger disse:

    Bem, uma vez a confiança quebrada é dificil de se restaurar…
    Agora, se vc gostar muito dele e ver que o esforço vale a pena, porque não tentar?

  11. Tânia disse:

    Putzzzzzzzzzzzzzz, não sei o que me irrita mais nestes “podemos conversar” ; Se a falta de comprometimento deles com eles mesmos (explico digo deles com eles mesmos pois nós estamos ali, encarando, tentando, amando e acreditando); ou se a covardia em reconhecer que sim; podemos seguir em frente, aceito vc do jeito que vc é, acredito que podemos tentar!

    Sorry querido amigo, ainda não acredito em peças coladas, a rachadura pode nem aparecer … mas fica a certeza que ela quebrou.

    Mas precisando de uma amiga…

    Beijocassssssssss

  12. loba disse:

    Dói, eu sei que dói. Algo se quebra sim e a reconstrução nunca é fácil. Mas qdo a gente gosta e quer investir, é preciso se colocar no lugar do outro. Só assim será possível entender e acabar com as mágoas. Mágoa é um muro que precisa ser derrubado ou não se consegue seguir em frente!
    Torço por vc, viu? Pelo que vc escolher, pelo que vc acreditar!
    Beijocas

  13. T.E.A.G.O. disse:

    cara.. não entendo nada de namoro
    então não sou a melhor pessoa para dar conselhos
    espero que você se acerte com ele ou procura outra…

  14. RafaeL disse:

    Nossa, que foda!
    Muito foda², sinto cheio de troco!
    espero que tudo de certo pra vc! (U)

  15. Shi disse:

    Tô totalmente na mesma barca que a Tã, qdo ela fala da falta de comprometimento da criatura consgo mesma, com o que sente, com o que resolveu fazer da vida. E tô com a Giselle quando ela fala que num gosta mais do cabra: eu TBM NÃO!!! Mas quem tem que gostar dele não somos nós, é vc, portanto… O que vc fizer, tá bem feito! Bjo, querido, toda sorte (e discernimento) do mundo! 😀

  16. K disse:

    Eu faço piada e digo que dar certo é ótimo, mas o prazer de pisar é inigualável. É piada, mesmo, porque sempre acredito que desistir é fácil demais – vale uma luta.

    Mas vale mais o amor próprio. Sempre.

  17. Daniel disse:

    Nunca é fácil, mas quando a gente encontra alguém que vale a pena lutar é preciso lutar.
    Beijo amigo.
    😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: